Como usar a comunicação não-violenta com seus filhos

Quem tem filhos, normalmente, se pergunta a todo momento como ser um pai ou uma mãe melhor. A rotina atribulada, muitas vezes, nos faz perder a paciência com as crianças, e por mais que saibamos que a agressividade não leva a lugar algum, nem sempre conseguimos manter a calma. Como hoje é Dia Mundial da Paz, decidimos falar sobre uma técnica que pode ser muito eficaz na educação dos filhos: a Comunicação Não-Violenta, também conhecida como CNV.

O que é a Comunicação Não-Violenta?

A ideia básica por trás da CNV é que nossos sentimentos de frustração, raiva, tristeza e outros sentimentos semelhantes são o resultado de necessidades não satisfeitas. Um exemplo comum para os pais é quando não dormimos o suficiente. Durante o dia, ficamos com o “pavio curto”, e os desafios diários parecem mais difíceis do que realmente são. A solução não é “descontar” em cima das crianças mas, sim, dormir mais.

O mesmo vale para as crianças: quando seu filho aparentemente ignora cada palavra que você diz, ele não está tentando deixá-lo com raiva. Provavelmente, essa reação é apenas uma tentativa da criança de tentar atender às suas próprias necessidades, como diversão e atenção. 

O problema é que raramente nossas necessidades estão alinhadas com as das crianças. Como podemos, então, nos comunicar efetivamente com elas, sem gerar um ambiente de estresse? Os especialistas em Comunicação Não-Violenta recomendam três etapas :

  1. Reflita sobre as suas necessidades e as de seu filho
    Suas necessidades em relação aos seus filhos são muito diferentes do que aquelas relacionadas ao trabalho ou ao casamento, por exemplo. As necessidades das crianças também variam de acordo com a situação Por isso, converse com seu filho, ouça-o e procure reconhecer do que ele precisa.
  2. Observe seus sentimentos e não esconda-os
    De maneira cordial, procure deixar claro para o seu filho o que está sentindo. Medo, raiva, frustração… Não importa qual seja o sentimento, ao expor para seu filho como você se sente, ele vai vê-lo como alguém sensível e, assim, sentir-se confiante também para expor seus sentimentos com você, sem medo de ser julgado. 
  3. Seja gentil ao demandar algo da criança
    Procure solicitar coisas à criança de maneira gentil, sem um tom de exigência. Os pequenos se sentem mais confiantes e estimulados a realizar tarefas quando são demandados com gentileza. Por que não tentar?!

Publicado por totalbabystore

A Totalbaby é, antes de mais nada, fruto da experiência da maternidade. As irmãs Nathalia e Caroline, mães de primeira viagem, se encantaram com os inúmeros produtos voltados para o mercado infantil e, aliando a recém adquirida experiência com o espírito empreendedor, abriram as portas com o desejo de auxiliar as mães de primeira viagem, mas também de proporcionar uma loja repleta de ofertas para todos os tipos de público que procuram produtos infantis de qualidade e renome, aguardamos sua visita, seja em nosso site, como em nossa loja, onde poderá desfrutar de um café e de um serviço personalizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: