Entenda o conceito de parto humanizado

Nos últimos anos, o conceito de “parto humanizado” ganhou força entre as mulheres. Muita gente pensa que a expressão se refere ao “parto normal”, mas você sabia que existem diferenças?

Parto normal

O “parto normal” tradicional, também conhecido como parto vaginal, acontece em ambiente hospitalar. Nele, são realizados todos os procedimentos e intervenções considerados “de rotina”, como raspagem dos pelos pubianos, esvaziamento da bexiga com sonda e lavagem intestinal pré-parto.

A administração de medicamentos durante o parto, como analgésicos, anestésicos e ocitocina para estimular as contrações também acontece de forma mais liberal. Em alguns casos, a mulher ainda passa por toques vaginais repetitivos, ruptura antecipada e artificial da bolsa, episiotomia (corte no períneo) e até a aplicação desnecessária de fórceps.

Além disso, o ambiente cirúrgico, com excesso de iluminação e falta de privacidade torna o momento menos íntimo. A natureza da mulher, por vezes, é desrespeitada, mesmo que várias das intervenções que citamos acima já sejam reconhecidas como desnecessárias ou prejudiciais pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Parto humanizado

Nos anos 1970, o excesso de intervenções médicas no parto começou a ser questionado por várias esferas da sociedade. Surge, então, o conceito de “parto humanizado”, que é definido pela OMS como um “conjunto de condutas e procedimentos que promovem o parto e o nascimento saudáveis, pois respeita o processo natural e evita condutas desnecessárias ou de risco para a mãe e o bebê”. 

A humanização do parto pressupõe, acima de tudo, uma relação de respeito dos profissionais de saúde para com as parturientes, levando em conta seus valores e sentimentos, e reconhecendo-a como protagonista durante toda a gestação, o parto e o nascimento.

O parto humanizado também leva em conta as condutas mais adequadas sob a ótica do bebê, garantindo sua chegada em um ambiente aconchegante e dando a ele o tempo necessário até que o cordão umbilical seja cortado, por exemplo. A criança também pode ir para o colo da mãe logo após o nascimento, e tem a oportunidade de mamar ainda na primeira hora de vida, o que, segundo a OMS, fortalece o vínculo afetivo entre a mãe e o bebê e cria defesas imunológicas mais eficientes para o recém-nascido.

Durante todo o trabalho de parto humanizado, a mãe conta com suporte físico e emocional da equipe, e tem sua privacidade e liberdade de posição preservadas sempre que possível. A ruptura artificial da bolsa e a episiotomia só acontecem em casos extremos, quando há indicação médica para reduzir possíveis riscos à mãe e ao bebê. 

Se você está grávida, informe-se sobre seus direitos e converse com o seu médico para garantir que a chegada do seu bebê seja o mais especial possível!

Publicado por totalbabystore

A Totalbaby é, antes de mais nada, fruto da experiência da maternidade. As irmãs Nathalia e Caroline, mães de primeira viagem, se encantaram com os inúmeros produtos voltados para o mercado infantil e, aliando a recém adquirida experiência com o espírito empreendedor, abriram as portas com o desejo de auxiliar as mães de primeira viagem, mas também de proporcionar uma loja repleta de ofertas para todos os tipos de público que procuram produtos infantis de qualidade e renome, aguardamos sua visita, seja em nosso site, como em nossa loja, onde poderá desfrutar de um café e de um serviço personalizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: