10 benefícios da amamentação para o seu bebê

O leite materno fornece a nutrição ideal para os bebês. Ele possui uma mistura quase perfeita de vitaminas, proteínas e gorduras, além de anticorpos que ajudam o bebê a se manter saudável. Não bastassem todos os benefícios em termos de saúde, a proximidade física entre mãe e bebê durante a amamentação ajuda a reforçar os vínculos e faz com que ele se sinta mais seguro.
Veja a seguir os principais benefícios do aleitamento materno:

  1. O leite materno fornece nutrição ideal para bebês

A maioria das autoridades de saúde recomenda a amamentação exclusiva por pelo menos 6 meses. A amamentação continuada é recomendada por pelo menos um ano, à medida que diferentes alimentos são introduzidos na dieta do bebê.

O leite materno contém tudo o que o bebê precisa nos primeiros seis meses de vida, nas proporções certas. Sua composição muda mesmo de acordo com as necessidades de mudança do bebê, principalmente durante o primeiro mês de vida.

Durante os primeiros dias após o nascimento, os seios produzem um líquido espesso e amarelado chamado colostro, que é rico em proteínas e pobre em açúcar, além de conter diversos compostos benéficos.

O colostro é o primeiro leite ideal, e ajuda a desenvolver o aparelho digestivo do recém-nascido. Após os primeiros dias, os seios começam a produzir grandes quantidades de leite, à medida que o estômago do bebê cresce.

  1. O leite materno contém anticorpos importantes

O leite materno é rico em anticorpos que ajudam seu bebê a combater vírus e bactérias. Isso se aplica particularmente ao colostro, que fornece, entre outros anticorpos, grandes quantidades de imunoglobulina.

A IgA, como também é chamada, protege o bebê de ficar doente, formando uma camada protetora no nariz, na garganta e no sistema digestivo. Estudos mostram que bebês que não são amamentados são mais vulneráveis ​​a problemas de saúde como pneumonia, diarreia e infecções.

  1. O leite materno evita a obesidade infantil

A amamentação promove ganho de peso saudável, e ajuda a prevenir a obesidade infantil. Estudos mostram que as taxas de obesidade são 15 a 30% mais baixas em bebês amamentados, em comparação com bebês alimentados com fórmula. Cada mês de amamentação reduz o risco de obesidade futura da criança em 4%.

  1. A amamentação pode tornar as crianças mais inteligentes

Alguns estudos sugerem que pode haver uma diferença no desenvolvimento cerebral entre bebês amamentados e alimentados com fórmula. Essa diferença estaria relacionada ao toque e ao contato visual proporcionados pela amamentação.

Os bebês que consomem leite materno também seriam, de acordo com pesquisas, menos propensos a desenvolver problemas de comportamento e aprendizado à medida que envelhecem.

  1. A amamentação pode ajudar a mãe a perder peso

Embora a amamentação aumente a demanda de energia da mãe em cerca de 500 calorias por dia, o equilíbrio hormonal do corpo é muito diferente do normal, e favorece essa perda de peso, especialmente após o terceiro mês de vida do bebê. É importante lembrar, no entanto, que dieta e exercício ainda são os fatores mais importantes para determinar quanto peso uma pessoa perde, seja ela lactante ou não.

  1. A amamentação ajuda na contração/ involução do útero

Durante a gravidez, o útero cresce imensamente, e após o parto, passa por um processo chamado involução, que o ajuda a retornar ao seu tamanho anterior. A ocitocina, hormônio que aumenta durante a gravidez, ajuda a conduzir esse processo. O corpo também produz mais ocitocina durante a amamentação, incentivando as contrações uterinas, reduzindo o sangramento e ajudando o útero a retornar ao seu tamanho anterior.

  1. Mães que amamentam têm menor risco de depressão

A depressão pós-parto afeta até 15% das mães, mas parece ser menos comum entre mulheres que amamentam. Embora as evidências sejam um pouco confusas, sabe-se que a amamentação causa alterações hormonais que incentivam o cuidado e a ligação materna. É importante ressaltar, no entanto, que muitas mulheres têm dificuldade para amamentar, mas isso não as torna, de forma alguma, mães menos especiais.

  1. Amamentar reduz o risco de doenças

A amamentação pode proteger não só o bebê, mas também a mãe, contra algumas doenças, como câncer de mama e ovário. As mulheres que amamentam por 1 a 2 anos também têm risco até 50% menor de desenvolver pressão alta, artrite, doenças cardíacas e diabetes tipo 2.

  1. A amamentação pode impedir a menstruação

    A amamentação continuada também interrompe a ovulação e a menstruação. A suspensão dos ciclos menstruais pode ser um método de controle de natalidade nos primeiros meses após o parto, mas é importante ressaltar que ele não é considerado completamente eficaz.
  2. Também economiza tempo e dinheiro

Por fim, a amamentação é totalmente gratuita e requer muito pouco esforço. Ao optar por amamentar, a mãe não gasta dinheiro com fórmula, e economiza tempo, por exemplo, limpando e esterilizando mamadeiras.

Publicado por totalbabystore

A Totalbaby é, antes de mais nada, fruto da experiência da maternidade. As irmãs Nathalia e Caroline, mães de primeira viagem, se encantaram com os inúmeros produtos voltados para o mercado infantil e, aliando a recém adquirida experiência com o espírito empreendedor, abriram as portas com o desejo de auxiliar as mães de primeira viagem, mas também de proporcionar uma loja repleta de ofertas para todos os tipos de público que procuram produtos infantis de qualidade e renome, aguardamos sua visita, seja em nosso site, como em nossa loja, onde poderá desfrutar de um café e de um serviço personalizado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: